quarta-feira, 6 de maio de 2009

Relacionar mulher com comida é coisa de gordo?

Mulheres Fruta

Sinceramente, eu desisti de me assustar com essa história de relacionar mulheres com comida.

Primeiro, foi a onda das frutas com: Melancia, Melão, Maçã, Moranguinho

Depois, apelaram para a Jaca, que para mim parecia mais uma esculhambação com a dita cuja, uma vez que a jaca tem aquela casca toda carocenta. Será que a mulher tinha tanta celulite e espinha na bunda e nas coxas que a pele parecia com a casca da fruta?

Não satisfeitos com isso, veio a Mulher Filé… hummmmmmm! Saborosa? Macia? Suculenta?

Eis então que chega a Mulher Caviar. Só para ricos? Coisa fina? Iguaria? Será?!

Pior! Teve até jogador de futebol trocando uma pela outra. Sai Moranguinho… entra Filé! (sem trocadilhos, por favor)

E para não perder a onda, teve a Priscila, ex-BBB9, que foi apelidada de:
a) Mulher Jamelão, pela Mulher Melancia (Andressa Soares)

b) Mulher Pera, pela Mulher Melão (Renata Frisson)

c) Mulher Pitanga, pela Mulher Maçã (Grace Kelly)

d) Mulher Jaboticaba ou Mulher Amora, pela Mulher Moranguinho (Ellen Cardoso)

Enfim… e eu que tinha vergonha de, nos idos de 2001, ter sido (carinhosamente) apelidada de “picanhuda” pelos peões da indústria onde trabalhava.

Não vou fica aqui fazendo discurso feminista contra as mulheres objeto e a sexualização da mídia, da música, do mundo. Vou tentar extrair alguma coisa boa disso tudo e colocando todas as frutas, filé e caviar no mesmo liquidificador, para mim, o que sobra dessa história é que as “mulheres comida” não são mais aquelas “modeletes magricelas” que tentam nos empurrar como ideal de beleza. Algumas delas são até gordinhas, mesmo, com direito a celulite e pneuzinho. (PapodeGordo)
Image and video hosting by TinyPic

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge